Programação
Uma humanidade melhor é possível: a estrada do encontro

Com Fernando Stanziani
9 de fevereiro a 2 de março de 2017, quintas-feiras, das 19h30 às 21h30


Nosso desafio é este: como não perder a conexão com o humano e a conexão com a vida em meio ao turbilhão do mundo atual?

Demos um grande salto no último século rumo ao reconhecimento da natureza universal do ser humano. Falamos hoje no irrefutável direito à vida, no respeito às liberdades humanas e ao pleno acolhimento de toda a diversidade cultural que nos caracteriza.

Mas tão logo surgiram essas concepções, seu enraizamento já se viu ameaçado pelas próprias conquistas humanas: os avanços da tecnociência e a apropriação das coisas antes sagradas pelo mundo dos negócios globais.

Ideias e crenças fundamentais, que antes eram garantia de união, se tornam cada dia mais elásticas, incertas e frágeis. Ganhamos em conhecimento, mas cedemos aos encantos imediatos do materialismo. Buscamos uma nova espiritualidade, mas recusamos o peso das dúvidas e mistérios da vida. A genética reafirma nossa natureza e proximidade com a vida animal, mas nos recusamos a abrir mão do privilégio de nos considerarmos reis da criação.

Vivemos uma época de visível alargamento da consciência humana, e a largueza desses espaços nos faz titubear. Por onde anda nossa cosmovisão? É inevitável que ao invés de afirmar “assim caminha a humanidade” nos perguntemos “para onde ela caminha? ”

Estas e outras questões serão examinadas através dos escritos de J.C. Guillebaud, que tem se ocupado de mostrar esse caleidoscópio de vibrantes contradições que configura o princípio de humanidade.




 

 



Docente

Fernando Stanziani, Psicólogo, psicoterapeuta e engenheiro. Mestre pelo Programa de Estudos de Pós-graduação em Ciências da Religião da PUC-SP, especialista em Psicologia Analítica (C. G. Jung) pelo Instituto Sedes Sapientiae - SP. Consultor empresarial em desenvolvimento humano e ética organizacional. Professor universitário nas disciplinas de Psicologia e Ética.