• Home
  • Programação
  • Luzes e sombras que projetamos no dinheiro: O jogo do banco imaginário
Programação
Luzes e sombras que projetamos no dinheiro: O jogo do banco imaginário

Com Mônica Guttmann
4 a 25 de maio de 2017, quintas-feiras, das 19h30 às 21h30


O dinheiro é um símbolo criado pela humanidade e que respresenta a projeção de valores, imagens, sentimentos e emoções, tanto pessoais quanto coletivos. 

O poder projetado no dinheiro (quando a autoestima, o sentimento de dominação e de realização tornaram-se dependentes dele) criou um mundo refém de valores que se distanciaram daquilo que realmente importa e é precioso na vida.  

Neste curso, entraremos em contato com as luzes e sombras que projetamos no dinheiro, através de um jogo criativo chamado Banco Imaginário, que nos ajudará a tomar consciência sobre a maneira como lidamos e queremos lidar com o espaço e função do dinheiro em nossas vidas. Como deixar de ser dominado e refém daquilo que projetamos nele e descobrir formas mais criativas, justas, cooperativas e prósperas de lidar com ele? 



 

 



Programa
Aula 1
- a história do dinheiro
- tempo é dinheiro
- cultura é dinheiro
- dinheiro é poder
- dinheiro e auto-estima
- dinheiro, sobrevivência e natureza
- eu e o dinheiro: quem é o dinheiro para mim?

Aula 2
- criando outras moedas imaginárias
- meus valores
- inconsciente pessoal e coletivo
- dominação e cooperação
- individualidade e parceria
- o banco imaginário
- ser e ter
- dinheiro e propósitos

Aula 3
- criando um novo jogo de valores: banco imaginário
- deixando de ser refem
- criando um mundo melhor dentro e fora de mim
- cooperação e parceria

Aula 4
- jogando o jogo: banco imaginário


 


Docente

Mônica Guttmann é psicóloga formada pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), arteterapeuta e escritora. É professora do curso de formação em arteterapia pelo Instituto Sedes Sapientae e professora convidada em universidades, instituições e espaços culturais no Brasil e no exterior. Tem vários livros publicados, para o público infantil e adulto. Atende crianças, adolescentes, adultos, casais e famílias em seu consultório particular. Acredita que em nossas crianças (internas e externas) moram nossas maiores e mais intensas feridas assim como nossa maior fonte de cura, criatividade, consciência e amor.