Programação
Comunicação não violenta

Com Silvio de Melo Barros
21 e 22 de julho de 2017, sexta-feira  das 19h às 21h45 e sábado das 9h às 18h


Comunicação Não Violenta (CNV) é um processo desenvolvido pelo psicólogo Dr. Marshall Rosenberg e está sendo utilizada em cada nível da sociedade por um crescente numero de pessoas que desejam relacionar-se de forma autêntica e ao mesmo tempo compassiva, visando atender as necessidades de todos os envolvidos.

É uma alternativa extremamente eficaz à lógica destrutiva dos julgamentos, culpa e punição, abrindo espaço para um diálogo onde se valoriza a autenticidade, sentimentos e necessidades escondidas atrás dos comportamentos do dia a dia.

Nos últimos 40 anos o Dr. Marshall Rosenberg e sua equipe compartilhou essa abordagem com administradores escolares, professores, profissionais de saúde, policiais, mediadores, sistemas jurídicos, gerentes de empresas, detentos e guardas, líderes religiosos judeus, cristãos, budistas e muçulmanos, autoridades governamentais e outros, em mais de 50 países.




 

 




Bibliografia

Livro - Comunicação Não Violenta – Marshall Rosenberg (Ed. Ágora),
Livro – Não seja bonzinho, seja real- Kelly Bryson (Ed. Madras)
Dinâmica do Robert Gonzalez sobre a Raiva (apostila do próprio autor)


Docente

Silvio de Melo Barros, formado em Administração de Empresas pela Universidade Monte Serrat e Pós Graduado em Gestão Empresarial, Personal e Executive Coach pela Sociedade Brasileira de Coach e formando em Mediação de Conflitos pela Associação Palas Athena em São Paulo. Empresário no ramo de Administração de Condomínios há 20 anos, com larga experiência em mediação de conflitos em Assembleias de Condomínio, conheceu a CNV em 2008 com o treinador internacional Dominic Barter e aprofundou seus estudos com o treinador internacional de CNV Sven Frohlich Archangelo, com o qual foi assistente de cursos básicos em São Paulo e de aprofundamento em Nazaré Uniluz. Atualmente palestrante de CNV, como proposta de resolução de conflitos nos diversos ambientes sociais, realizando oficinas para Unipaz de Goiânia, Unipaz do Paraná, Unipaz de Porto Velho, Grupos de Justiça Restaurativa em Santos, entre outros.