Programação
O fazer criativo como prática meditativa
- Flor de Lótus

Com Ottacília Ferraz
10 de outubro de 2017, terça-feira, das 9h às 12h

“Ao fazer algo, se você concentra sua mente na atividade com convicção, a qualidade de seu estado mental torna-se a própria atividade. Quando você se concentra na qualidade do seu ser, você está pronto para a atividade”.
Shunryu Suzuki

Ao trabalhar com as mãos, despertamos habilidades e potencial criativo, refinamos os sentidos e treinamos a atenção, possibilitando muitas descobertas.

Com as mãos em movimento, a mente discursiva vai sossegando, abrindo espaço para um estado mais intuitivo, leve e aberto. Foco e atenção vão surgindo sem esforço. O tempo já não é percebido da mesma forma e tudo nos conduz a uma sincronia harmoniosa entre ser e agir.

Através do trabalho manual percebemos que os erros são importantes instrumentos de autopercepção e autotransformação – assim como os comportamentos rotineiros evidenciam padrões repetitivos de pensamento pois nos fazem perceber a impaciência, o perfeccionismo e outros hábitos que perturbam nossa maneira de ser, estar e agir no mundo.

A flor de lótus é uma dobradura simples de fazer, tem um resultado belo e harmonioso e pode ser utilizada como elemento decorativo, móbile ou porta-brindes.

Segundo a tradição, ela é um símbolo de pureza da motivação. Nasce em águas pantanosas, mas ao florescer é perfeita e imaculada. Representa a purificação do corpo, fala e mente.



 

 


 


Docente

Ottacília Ferraz, Artista Plástica, Arte-Educadora pela FAAP. Com especialização em Práxis Artística e Terapêutica pela USP e Psicologia Yunguiana pela FACIS-IBEHE. Graduanda em Psicologia na Faculdade Paulistana. Possui formação em Psicologia Budista, Yoga Tibetano e Arte Sagrada Tibetana pelo Instituto Nyingma do Brasil, em Terapia Ayurvédica pela Clínica Dhanvantari, em Yoga pelo Surya Espaço de Yoga, em Yoga pelo IEPY em parceria com escola de Kaivalyadhama (Índia) e em Atenção e Concentração nas Práticas Meditativas pela Palas Athena. Participou dos cursos de Expansão Cultural em Arte Terapia no Instituto Sedes Sapientiae e de Psicologia Transpessoal pela ABPT de Belo Horizonte - em Daramsala, Índia.