Programação
A Mentira e o Autoengano

Com Fernando Stanziani
14 a 28 de junho de 2018, quintas-feiras, das 19h30 às 21h30

Sabemos o que é mentir? Sim, claro, todos sabemos. E também aprendemos desde cedo que a mentira é algo errado, que numa certa medida nos torna maus, devendo por isso ser evitada a todo custo. Entretanto, tão logo nos vemos no mundo e em seu cotidiano de relações, logo encontramos na mentira uma via oportuna para resolver pequenos e grandes problemas ou conflitos. Todos, em algum momento, mentimos, geralmente com boas e justas razões.

Há quem diga que, contada em nome de algum bem ou finalidade nobre, a mentira é plenamente justificável. A mentira já salvou vidas e mitigou o sofrimento de muitas pessoas. Estudiosos e pesquisadores chegam a afirmar que a mentira contribui para o desenvolvimento da capacidade de raciocínio argumentativo das crianças, pois uma simples mentira pode exigir a elaboração criativa de incontáveis narrativas.

Pode-se dizer que talvez sejamos inclinados à mentira pois, em essência, todo o relato de uma situação é o recorte de uma realidade mais ampla à qual nossa limitada percepção não tem acesso. Nossos sentidos podem nos enganar; ficamos cegos por nossos interesses, medos e preconceitos. Subjugados por eles, mentimos a nós mesmos e aos outros.

Nem sempre sabemos por que mentimos. Isso faz de qualquer ser humano um potencial fabricante de quimeras e ilusões, que não raro prejudicam seu criador.

A proposta em nossos encontros é aprofundar reflexões e introspecções sobre esse tema, tão importante para a contínua aventura do autoconhecimento ao longo da vida.





 

 



  Docente

 Fernando Stanziani, Psicólogo e engenheiro. Mestre pelo Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), Psicologia Analítica (C.G. Jung) pelo Instituto Sedes Sapientiae SP. Consultor empresarial em desenvolvimento humano, planejamento estratégico, qualidade e ética organizacional. Professor universitário nas disciplinas de Psicologia e Ética. Foi professor de Ética Empresarial em cursos de pós-graduação da FIA, FECAP e FIPECAFI em SP. Professor e conselheiro da Associação Palas Athena. Membro participante da iniciativa Coalizão Inter-fé em Saúde e Espiritualidade.