Editora
foto_livro_maior

Transformar Comunidades
EM BREVE

Autor(a): David Anderson Hooker

R$ 39,00


Lançamento previsto para o final do março/2019.


“As pessoas não são o problema, o problema é o problema”: entoando esse refrão ao longo do livro, David Anderson Hooker propõe usufruir do potencial transformativo inerente a todo e qualquer conflito, ao apresentar a Conferência Comunitária Transformativa.

Essa mudança de foco, da pessoa para o problema, convida a uma expansão do olhar que, com a devida dedicação e cuidado, desbloqueia posições de entrincheiramento, pois o esforço se aplica, primordialmente, a mudanças no ato de se comunicar. Pela mudança do modo de nos comunicarmos, oportunidades se abrem para transformações individuais, estruturais, enfim, culturais.

Seres culturais que somos, o pressuposto é que nossas vidas ganham sentido pela harmonização das nossas histórias – individuais e comunitárias – com as grandes narrativas que nos envolvem sem que percebamos sua existência. Com frequência, essas grandes narrativas perpetuam traumas e contribuem com a sustentação de cenários prolongados de violência.

A ideia é explorar as origens das grandes narrativas e as causas de episódios traumáticos para, então, pensar em possibilidades de transformação e de construção de novos significados.

A proposta da Conferência Comunitária Transformativa é oferecer uma ambiência acolhedora e respeitosa, dedicada à qualidade da comunicação. Um espaço de interação para a promoção de escuta, alteridade, reconhecimento, troca, aprendizado...

Baseando-se, dentre outros, em exemplos práticos caracterizados pela tensão racial no sul dos Estados Unidos, é como se o autor se empenhasse em colocar em prática as palavras de Martin Luther King: “Precisamos aprender a viver juntos como irmãs e irmãos, senão pereceremos como tolos”.



Autor(a)

David Anderson Hooker, Ph.D., é professor associado de Prática de Transformação de Conflito no Kroc Institute for International Peace Studies na Keough School of Global Affairs da University of Notre Dame. Trabalha como mediador, facilitador, e agente comunitário desde 1982. Tem auxiliado grupos, organizações, congregações, comunidades e governos locais e nacionais na condução de importantes conversas em torno de assuntos delicados. Foi diretor de pesquisa e treinamento do Coming to the TABLE – Taking America Beyond the Legacy of Enslavement, e cofundador do Greensboro Counter Stories Project. As ideias neste pequeno livro também foram fundamentadas no seu trabalho em comunidades pós conflito na Bósnia, Cuba, Myanmar, Nigéria, Somália, Sudão do Sul, assim como muitas comunidades pelo sul dos Estados Unidos.