Kay Pranis

Instrutora e facilitadora de Círculos de Construção de Paz no mundo todo. De 1994 a 2003 desempenhou, no Departamento Correcional de Minnesota, as funções de Planejadora de Justiça Restaurativa. Trabalhou com as lideranças de normas correcionais, da Polícia, dos Tribunais, de associações de bairro, comunidades religiosas e escolas desenvolvendo uma resposta ao crime e ao conflito, com base na Justiça Restaurativa. Atua no desenvolvimento de Processos Circulares para o sistema judiciário, escolas, vizinhanças, famílias e empresas. É autora de diversas obras sobre o tema, inclusive “Processos Circulares”, publicado pela Editora Palas Athena.

PROGRAMAS NA PALAS ATHENA

FÓRUM DE CULTURA DE PAZ E NÃO VIOLÊNCIA
PROCESSOS CIRCULARES

Áudio do 84º Fórum – Português

Áudio do 84º Fórum – Inglês

Nossos ancestrais se reuniam em roda à volta do fogo ou com a família em torno da mesa da cozinha. Nos dias de hoje não tem sido tarefa fácil construir espaços de empatia e respeito para resolver conflitos e chegar a consensos. A metodologia dos processos circulares remonta à antiga tradição dos nativos americanos que usavam um bastão da fala para estruturar seus diálogos, e recebe o aporte dos conceitos contemporâneos de democracia, liderança e responsabilidade partilhadas. O círculo de construção de paz, quando implementado por profissionais treinados, é um processo que permite plena expressão das emoções numa atmosfera de respeito. Ele promove a escuta qualificada, e o empoderamento de todos os participantes.

Os processos circulares vem sendo usados no sistema judicial e, nesse contexto, o círculo envolve todas as partes afetadas a fim de participarem na decisão de como corrigir a situação depois de um crime. O processo identifica os danos e necessidades de todas as partes, determinando como tais necessidades serão atendidas. Nas escolas é aplicado para criar um ambiente positivo em sala de aula e resolver problemas de comportamento. Nos locais de trabalho oferece metodologia eficaz para lidar com conflitos e chegar a consensos, no serviço social, para desenvolver sistemas de apoio mais orgânicos, capazes de efetivamente ajudar pessoas que lutam por encontrar um sentido para suas vidas.

Logo se percebeu que esses círculos podiam ser úteis também para prevenir animosidades, visto que aumentam o senso de interligação e humanidade partilhada. Ao utilizar o círculo como ferramenta para criar um senso comunitário em qualquer grupo, diminui-se a probabilidade de mal-entendidos que podem escalar, levando a conflitos ou delitos. Além disso, os processos circulares promovem restabelecimento e criam possibilidade de romper ciclos viciosos, nos quais vítimas se tornam perpetradores.

(inserir foto) O apoio da Fundação Mahle e do Consulado Americano viabilizou a vida da Profa. Kay Pranis ao Brasil. Agradecemos também a presença do Cônsul Thomas J. Dowling, diretor da seção de Imprensa, Educação e Cultura do Consulado Americano, representando o Cônsul Geral dos Estados Unidos em São Paulo.

(inserir foto) Logo após o fórum, a Profa. Kay Pranis autografou seu livro Processos Circulares – Teoria e Prática, lançado pela Palas Athena Editora.

Livro

Esta obra é resultado da experiência bem-sucedida com uma metodologia para dirimir e transformar conflitos, tomar decisões consensuais, criar acordos com base nas necessidades de todos os envolvidos, promover o reconhecimento e a compreensão mútua e favorecer a emergência de um senso comunitário.
Os processos circulares de construção de paz, facilitados por profissionais treinados, permitem a plena expressão das emoções numa atmosfera de respeito genuíno, fruto da escuta qualificada e do empoderamento de todos os participantes. Esta metodologia oferece um instrumento de mudança na percepção dos modos diferentes de reagir frente a situações aparentemente idênticas.

Saiba mais

Justiça Restaurativa

 


 

 


Vídeos

Processos Circulares para Transformação de Conflitos (Teatro PUC-SP)

Sistema de Proteção Escolar – Depoimento de Kay Pranis

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSAS NOVIDADES

LivrosCursos